25 setembro, 2012

Ainda não há logica em tal majestade.



Não me conformei com aquela Ruiva ainda. Continuo perdendo horas com ela que, por mais estranho que pareça, não notei meus 16 anos chegar. Quando o relógio soou meia noite em ponto eu a desejei e por alguns instantes, mesmo que poucos, eu a desejava com toda a minha força. Se não fossem as mensagens que iam chegando eu teria ido dormir somente com ela em minha mente. Por estes atos volto a dizer: como pode tal ser majestoso roubar tantas horas de minha atenção? Digo logo eu, não mais tão pequena e, mesmo ainda mais maliciosa, um pouco ingênua que não entendo tal ação e consequência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário