30 abril, 2011

Ela é diferente.


O cabelo esta despenteado, os olhos são negros quase como se passasse muito tempo chorando dentro do seu próprio mundo. Esta de pijama, mas um pijama um tanto diferente, é uma camiseta branca e larga, possivelmente de algum menino ou até mesmo de seu pai, e um shortinho curto e preto. O esmalte esta descascando, já que tem preguiça de tirar. Normalmente as garotas preferem um saltos e vestidos coloridos, mas esta prefere all star, branco e preto e um jeans surrado. Passa horas olhando os posters do quarto e se esquece,por meros segundos que seja, que tem alguns problemas que não se resolvem. Ao contrario das outras tem um quarto bagunçado, com roupas pelo chão, livros para todos os lados, fotos antigas e cobertores pela cama. Ouve musicas o dia inteiro, dizem até que nasceu para a musica, mas discorda disso, acha que a musica nasceu para ela, alguns estilos claro. Pensa sempre em como seria se escolhesse outras coisas no passado, pensa em como seria se nunca tivesse mudado, pensa como seria a vida sem seus "irmão", como seria se não o tivesse conhecido, chega a algumas conclusões de vez em quando, mas nunca acredita nelas, evita ao máximo pensar no passado, porque dói, mas também não quer saber o futuro, certa vez disserem-lhe que esta não existe então para que se preocupar.
As pessoas não são feitas para agradar, muito menos para serem iguais e sigo esse exemplo de ser.

23 abril, 2011

Simplesmente muda.


Certo dia você acorda e sabe que está diferente. Não sabe por que mudou, nem quando mudou, só percebe que amadureceu, que sabe discernir o certo do errado, sabe quando parar e quando continuar. Pode até se enganar em algumas escolhas, mas sabe faze-las, sempre respeitando sua personalidade. Neste dia você vai acordar, olhar o céu e pensar em tudo o que viveu até ali, mesmo que tenha sido alguns anos apenas, porque esta não é uma mudança única, ela sempre acontecerá, você pode mudar a cada experiência, pode levar anos até ela acontecer de novo, ou pode ser na semana seguinte, não importa, você vai saber.
Não se explica a sensação, pois muda a cada pessoa.Não é como experinmentar comidas distintas, não é como ver o por-do-sol, não é como mergulhar na água gelada, é muito melhor, não tenho palavras para dizer como é. Essa mudança muda o jeito de ser, muda os pensamentos, muda o jeito de ver a vida. Você simplesmente muda.

...

Mulheres… Certo dia parei para observar as mulheres.. e só pude concluir uma coisa: elas não são humanas. Já viram como as mulheres conversam com os olhos? Elas conseguem pedir uma a outra para mudar de assunto com apenas um olhar. Elas fazem um comentário sarcástico com outro olhar. E apontam uma terceira pessoa com outro olhar. Quantos tipos de olhar existem… elas conhecem todos. Parece que frequentam escolas diferentes das que frequentam os homens. E é com um desses milhões de olhares que elas enfeitiçam os homens… En-fei-ti-çam!

Luis Fernando Veríssimo