27 fevereiro, 2011

Vai me perder.


Me despedi com um sorriso casual, como se não estivesse me importando. Mas virei as costas já com raiva de mim mesma,porque sei que meu amor é doentio. E tenho de escondê-lo como se fosse um vício, um defeito grave, um distúrbio alimentar. Se eu não tivesse conseguido me conter, teria me ajoelhado na tua frente, agarrado tuas pernas e entre lágrimas e soluços, teria dito "fica, fica. Fica comigo, por favor não vai embora agora, que tenho medo de ficar sozinha, porque quando fico sozinha em um entardecer nublado e frio de domingo tenho vontade de desistir de tudo. Fica agora, eu estou pedindo. Só vai embora quando esse aperto no meu peito passar." Mas eu não disse,e você foi embora achando que eu fiquei bem. Você disse que tem medo de me perder. E você vai me perder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário