05 fevereiro, 2011

Ele, com sua Malícia.



Eu não esperava nada de interessante acontecer, até que, te vi surgir, no cantinho da minha tela, no meu msn. Com aquela velha foto de sempre. Que outra vez me fez delirar no mundo inacessível que esconde atrás de seu olhar. Enquanto comentava sobre a minha frase, a minha foto -como fazia de costume- eu estava pensando na falta que ainda me faz. Por ultimo comentou sobre nós, disse algo sobre saudade - aquilo que vem, daquilo que vai - e enquanto jurava sentir minha falta eu jurava não acreditar nisso. Sou consciente sobre ser apenas uma de suas meninas enquanto você é o meu primeiro e único cara; Aqui. Agora. Depois de alguns minutos aguardando a resposta de uma pergunta qualquer, logo saiu. Eu sabia que muito provavelmente partiu em busca de uma "baladinha" cheia de "bebidinhas" e mulheres "bonitinhas".

Minha inocência sempre te agradou e sua malícia sempre me enganou. Há alguns meses atrás eu não me preocupava, agora já não sei quando não faço isso.

Não demoro perceber que "carinhas" como aquele, nunca são o que parecem ser. Ali, com aquelas poucas palavras, ele parece ser o cara ideal. Mas aqui, ele nunca passou de um "desconhecido" em meu coração.
Sabe qual é o meu problema? não saber desfazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário