24 fevereiro, 2011

Da melancolia a esperança.


Hoje o tempo foi favorável à minha tristeza. Poderia ser um dia lindo e de comemoração, mas aos poucos foi ficando triste e escuro.
Foi uma tempestade de emoções, uma das mais pesadas, que não desejo a ninguém. Dentro de mim não consegui segurar as lágrimas, o céu desabou e meu chão caiu. Por fora o tempo refletia minhas emoções, a chuva caia e ajudava-me a esconder as lágrimas.
Tudo se deu de forma intensa, uma vontade de gritar, chorar, fugir e SUMIR para que pessoas que não tenham culpa sejam penalizadas com o que está acontecendo comigo. A cada pingo de chuva uma cicatriz abria no meu peito deixando marcas de um dia que pretendo apagar da minha memória.
Agora, a chuva passou. Tenho esperanças de um amanhecer lindo e ensolarado. Esperanças de que o vento leve todas as nuvens escuras desse céu e meu corpo volte para mais um recomeçar.

By : Adolescente: Um ser Pensante. (http://adolescentepensa.blogspot.com/)

Nenhum comentário:

Postar um comentário